Posted 11 April 2014, 5 days ago | reblog this post

"E o meu peito poderia muito bem ser a tua moradia." Te amo. 💕 💞 💑 💛

Posted 8 April 2014, 1 week ago | reblog this post

Eu poderia escrever várias coisas românticas, maa invés disso irei citar alguns micos nossos. Não tem como falar de micos e não lembrar da vez que caímos de cara no chão, ou da vez que ficou as duas idiotas chorando na sala. A gente já brigou feio, você vivia me batendo e eu vivia reclamando. Eu sinto falta de chegar na aula sempre com alguma novidade, ou de te ajudar. Sinto saudade dos teus barracos, escândalos, brigas, gargalhadas, das zoeiras infinitas. E eu lembro que quando tiramos essa foto, tu tava arrumando treta com uma pessoinha ai (rsrsrsrs). Eu sinto falta de zoar as pessoas, de falar mal do povo contigo. Hoje é teu aniversário e eu não vou poder te desejar felicidades pessoalmente, por isso estou fazendo esse texto bem homossexual. Muita “paix e amô”, pequena, muito juizo pra você. Eu te amo demais, obrigada por esses anos todos de amizade. 🎉 🎂 🎊

Posted 3 April 2014, 1 week ago | reblog this post

#EuSouMinha #EuNãoMereçoSerEstuprada

E sozinho não conheço mais a dor.

Posted 28 March 2014, 2 weeks ago | reblog this post
"
Posso te elevar ao patamar mais elevado da hierarquia de prioridades. Tu pode ser minha rainha, minha absoluta, única e exclusiva. Tu pode ter tudo o que quiser comigo, nada material, to falando de sentimentos mesmo. Para isso basta querer. Mas por favor, não vacila comigo, do mesmo jeito que posso te levar ao céu, o chão é logo a baixo dos pés e quanto mais alto estiver, maior será seu tombo e comigo ficará muito difícil levantar vôo novamente.
Ação e reação. (via rickpaglioni)
Posted 21 March 2014, 3 weeks ago | 175 notes | reblog this post
(originally supostos / via separadoss)
Posted 21 March 2014, 3 weeks ago | 19,713 notes | reblog this post
(originally todo-fan-do-cqc / via fukingperfect)
Posted 21 March 2014, 3 weeks ago | 925 notes | reblog this post
(originally lost-blisses / via p-akman)
Posted 21 March 2014, 3 weeks ago | 8,631 notes | reblog this post
(originally cueca-do-avesso / via separadoss)
"
Sabe, no fundo eu sou um sentimental. Todos nós herdamos no sangue lusitano uma boa dosagem de lirismo. Mesmo quando as minhas mãos estão ocupadas em torturar, esganar, trucidar, o meu coração fecha os olhos e sinceramente chora.
Chico Buarque. (via rickpaglioni)
Posted 21 March 2014, 3 weeks ago | 2,545 notes | reblog this post
(originally pra-nos-todo-amor-do-mundo / via separadoss)
and I am your


Theme late-to-write.Detalhes; e-n-s-e-j-o-s e he4ting. Não copie ©



+More and credits...
You is mine ...
1 2 3 4 5 »

“Eu nunca fui boa no amor. Talvez por eu ser meia sensível, enlouquecer rápido, e fazer um drama numa paixãozinha de uma semana. Talvez por sempre que eu me apaixono, sempre acontece algo, sempre algo me machuca e eu acho que eu vou morrer. Talvez por eu me apaixonar rápido demais. Por eu achar um menino bonito e já achar que eu gosto dele. Ou por eu conhecer uma pessoa, e achar que já a amo. Também pode ser pelo o modo que muitas paixonites estão acabando com meu coração. Ou por eu achar que era amor, sendo que na verdade era paixão. Amor platônico talvez. Não sei. E isso me deixa mal, muito mal. Acaba sendo prejudicial pra mim mesma, eu acabo me afastando de tudo e todos. E aquelas pessoas que diziam ser meus amigos, sempre vão embora. E eu sempre acabo sozinha, e eu sempre me dou mal, eu sempre me fodo nessas coisas. Talvez eu nunca tenha amado alguém, como eu estou amando. Talvez eu esteja me enganando, ou eu realmente esteja certa. Será mesmo que eu estou amando? E tem mais alguma outra coisa que me irrita no amor. Que me irrita nas pessoas. Me irrita as pessoas acharem que o amor é maravilhoso, que na teoria ele faz realmente bem a todos nos. Só que, até agora, o amor só tem me prejudicado, só tem me feito mal. Talvez com você seja diferente, talvez seja amor. Então, eu coloquei o nosso amor no tempo, pra ver o que irá acontecer. Enquanto nada acontece, ainda somos um só. Cada um completa o outro. E eu espero continuar assim.”

Julietas Sem Romeus